Como fazer o controle de estoque utilizando o código de barras

controle estoque codigo de barras

Manter o estoque de uma loja organizado não é fácil, nós sabemos disso. Por isso, toda ferramenta que vem para auxiliar nessa tarefa é sempre muito bem-vinda.

Nessa hora, um dos recursos que mais facilitam a dos responsáveis pelo setor é o código de barras. Com ele, é possível manter um estrito controle sobre todos os itens de seu estoque, ganhando também em agilidade nos processos logísticos.

Ficou interessado? Então continue lendo este post e entenda como o código de barras pode ser um grande aliado no controle de estoque do seu negócio. Confira!

1. Substitua os controles manuais

Em um estoque repleto dos mais variados tipos de produto, é quase impossível manter tudo sob controle fazendo registros em listas ou planilhas manuais. Se sua loja ainda utiliza esses métodos ultrapassados, é hora de aposentá-los e adotar em um sistema automatizado de gestão de estoque.

Apenas com essa ferramenta digital será possível aproveitar as vantagens oferecidas pelos códigos de barras na organização e logística interna. Esse será um investimento muito baixo, principalmente quando comparado com os benefícios que ele pode oferecer.

2. Faça códigos apenas com números

Para implementar o código de barras no controle de estoque do seu negócio, você deverá atribuir uma combinação única para cada produto que você possui armazenado.

Para aumentar a agilidade da identificação dos códigos pelo leitor, o ideal é fazer as combinações apenas com números, sem incluir letras ou outros caracteres especiais. Essa medida evitará problemas de leitura que podem comprometer o dinamismo das suas operações.

3. Prefira códigos terminados em números pares

Outra dica importante na hora de codificar seus produtos em estoque é dar preferência aos números pares. Dessa forma, o sistema reconhecerá com mais facilidade o produto que está sendo registrado.

Caso utilize sistemas que criam combinações de maneira automática, você pode alterá-los manualmente, inserindo um número par no final da sequência gerada.

4. Escolha barras mais largas

Você já deve ter percebido que o grande segredo para utilizar os códigos de barras no seu controle de estoque é facilitar ao máximo a sua leitura, não é mesmo?

Por isso, a recomendação é optar por modelos de barras mais largos. Barras muito pequenas ou estreitas podem prejudicar a leitura, tornando-se um contratempo que pode ser evitado.

5. Imprima os códigos de barras em etiquetas

A melhor solução para incorporar os códigos de barras aos seus produtos é imprimi-los em etiquetas. Existem diversas opções para você escolher a que melhor se adapta as suas necessidades.

As etiquetas adesivas em BOPP ou em couché, por exemplo, são ideais para produtos com embalagens que serão descartadas pelo comprador, ou para superfícies lisas em que poderão ser removidas sem afetar as características originais da mercadoria. Já as etiquetas em papel cartão podem ser utilizadas para demarcar gôndolas e compartimentos, além de produtos em que não é possível utilizar uma etiqueta adesiva.

A agilidade e a precisão que os códigos de barras associados aos sistemas automatizados de gestão oferecem farão toda a diferença no controle de estoque da sua loja. Se você gostou deste post e não quer perder as nossas próximas dicas é só seguir nossa página no Facebook!